AceleraBlog

Pedro Waengertner

Recent Posts

O grande orgulho de ter sido escolhida a melhor aceleradora da América Latina

Posted by Pedro Waengertner on Mar 19, 2015 11:28:34 AM

Aconteceu ontem no Ballroom, localizado na bela vista, o LatAM Founders Award, evento que premia os melhores do ecossistema de Startups na América Latina, organizado pelo LatAM Founders, um grupo de sócios de fundos Venture capital e private equity, empreendedores que já levantaram mais de R$ 1 milhão para suas startups ou já saíram de outra empreitada, CEO’s, CTO’s , CFO’s,CIO’s de grandes empresas de tecnologia, executivos de alto nível em multinacionais, e grandes influenciadores. São mais de 550 participantes em 19 países.

Read More

Topics: Aceleratech, empreendedorismo, Comunicação e PR, Posts Blog, best accelerator brazil, Latam Founders, Startup company, melhor aceleradora da américa latina, best accelerator latam, aceleradoras de startups, hot topics, aceleração de startups

Aceleratech escolhida como a melhor aceleradora do Brasil

Posted by Pedro Waengertner on Mar 21, 2014 4:26:27 PM

Ontem (20 de março) participei do Brazil Founders Annual Gala, um evento organizado pelo Brazil Founders que além de reunir os principais profissionais, empreendedores e formadores de opinião do ecossistema empreendedor no Brasil, também foram divulgados os vencedores do prêmio “Brazil Founders Award”.

Para quem ainda não conhece o Brazil Founders essa reunião de grandes profissionais brasileiros é o que ele faz, ele reúne grandes personalidades do ecossistema empreendedor brasileiro, e por meio de diversos encontros, essas pessoas desenvolvem uma enorme rede de networking qualificado. Participam do Brazil Founders sócios de fundos Venture capital e private equity, empreendedores que já levantaram mais de R$ 1 milhão para suas startups ou já saíram de outra empreitada, CEO’s, CTO’s , CFO’s,CIO’s de grandes empresas de tecnologia, executivos de alto nível em multinacionais, e grandes influenciadores.

O Brazil Founders Award foi o primêiro prêmio que contou com a votação de seus mais de 350 membros para escolher as empresas e empreendedores mais relevantes do Brasil, e é exatamente por ser uma rede tão alto nível de conhecimento sobre empreendedorismo e startups que ficamos tão felizes quando ganhamos o prêmio de “Melhor Aceleradora do Brasil”, escolhida por esses mesmos profissionais que tanto admiramos e respeitamos o trabalho. Fomos escolhidos por quem mais entende de empreendedorismo, startups e investimento no país, o que mais podemos esperar?

A resposta é muito.

Este prêmio é um reconhecimento de que estamos no caminho certo, e que estamos criando empresas sólidas e sustentáveis, que temos os melhores parceiros, mentores, equipe e startups. Novamente, tudo isso dito por quem mais entende do assunto.

Já dissemos que queremos ser uma aceleradora que impacta o PIB brasileiro, e sabemos que o caminho para chegar lá é cheio de desafios, por isso, nosso o esforço e dedicação serão cada vez maiores.

Gostaria também de parabenizar as outras empresas homenageadas com o Brazil Founders Awards. Muitas delas, inclusive, são nossas parceiras.

Parabéns Printi, Zendesk, Buscapé, Kaszek Ventures, Ingresse, iFood, e Brian Requarth, escolhido o empreendedor do ano.

Read More

Topics: Aceleratech, Pedro Waengertner, empreendedorismo, aceleração, Posts Blog, aceleradora de startups, Prêmio, Brazil Founders, Brazil Founders Award, hot topics, aceleração de startups

Coisas que você deve fazer antes de procurar um investidor

Posted by Pedro Waengertner on Jan 13, 2014 1:23:31 PM

Recebemos muitas startups aqui na Aceleratech e uma das perguntas mais frequentes que ouvimos é: “Quando é a hora de procurar um investidor?”. Em primeiro lugar, não existe uma resposta definitiva para esta questão, mas podemos arriscar alguns pontos.

Para começar, creio que podemos pensar em definitivamente quando NÃO é a hora de procurar um investidor:

  • Se a sua empresa ainda tem apenas um Powerpoint - Não vou dizer que é impossível, pois já vi alguns casos, mas é tão difícil que eu investiria este tempo em desenvolver o seu produto ou serviço;
  • Se você não investiu nada do seu bolso nesta idéia - o seu envolvimento é uma das coisas que o investidor vai olhar logo de cara. Se você não está comprometido com o negócio, certamente será muito dificil conseguir captar dinheiro.
  • Se você não estudou profundamente o seu mercado e negócio - Coisas como: “não tenho concorrentes” ou “é um mercado bilionário (mas sem o racional de como você chegou lá)” não podem ser ignoradas. Os investidores ouvem centenas de pitches e um profundo conhecimento do mercado de atuação da sua empresa é um requisito minimo.

Se você se encontra neste estágio super embrionário, o meu conselho é que vá a luta atrás de um bom produto, clientes, e que você realmente tente fazer a empresa avançar. Neste processo você deve aprender um bocado a respeito do seu negócio e de você mesmo.

Para responder a real pergunta ‘Quando é a hora de procurar um investidor?” entram algumas questões como qual o estágio de maturidade da sua empresa e o tipo de investidor que procura. Uma boa maneira de entender o que você precisa é classificar sua startup por estágios de crescimento, são eles:

  • Estágio inicial - Você tem um protótipo no ar e está buscando clientes, ou já tem alguma receita.. Este estágio é bastante inicial e você pode buscar tanto uma aceleradora quanto um investidor anjo. Caso você opte por uma aceleradora, certifique-se que ela consegue aportar o que você precisa para crescer. Veja que o mais importante neste estágio não é o dinheiro, pois você não tem clareza de onde vai investir. Apenas ter uma linha dizendo “marketing” na sua planilha, ou dizer que vai aumentar a equipe de desenvolvimento não é o bastante. Você precisa de apoio para colocar a máquina de vendas da sua empresa para funcionar, e gerar crescimento constante. Algumas aceleradoras podem apoiá-lo nisso, além de conecá-lo com outras pessoas relevantes do mercado. O investidor anjo, neste estágio, deve ser alguem que você confie e conheça e, acima de tudo, que também consiga aportar este tipo de ajuda. E repito: neste estágio o mais importante não é dinheiro.
  • Estágio de crescimento - Você já tem um [ótimo] produto com receita relevante e agora precisa levá-lo para outro nível. O mais importante é você ter um bom produto e conhecer profundamente seus números de aquisição/distribuição. Ou seja, você sabe onde aplicar o dinheiro recebido do investidor para crescer, seja na distriuição através de midia paga (você conhece o seu CPA? E o seu CPV?), seja através de parceiros ou até mesmo com vendedores físicos. Neste caso, você deve procurar um fundo de investimento. Existem bons fundos hoje no Brasil que vão adorar conhecer o seu negócio, caso as premissas que falei sejam verdadeiras.

Nem vou falar de estágios mais avançados, pois a probabilidade é que, se você se encontra depois dos níveis mencionados aqui (já tendo sido investida por um fundo), e está indo bem, é provável que os fundos estejam procurando você.

Em ambas abordagens, não é apenas com uma reunião que você vai resolver o investimento. É necessário estudar o fundo, quais as teses de investimento, outras empresas já investidas (uma boa dica é conversar com elas). Além disso, é importante entender que você terá que (provavelmente) falar com uma série de fundos ou investidores-anjo antes de fechar com aquele que será o seu parceiro. E uma vez casando, o trabalho está apenas começando, aquela tese inicial ainda tem que se comprovar...

Read More

Topics: investidor, dicas para empreendedores, Investimento para startups, empreendedorismo, Posts Blog, Small Business, investimento, Negócios e Empreendedorismo, hot topics

Como as startups brasileiras podem dar um salto de qualidade?

Posted by Pedro Waengertner on Dec 10, 2013 1:00:14 PM

Vocês já devem ter ouvido a expressão "as ideias de negócios não possuem valor algum". Alguns empreendedores ainda se agarram com unhas e dentes às suas ideias, esperando o dinheiro de investidores para realmente tocarem o negócio e ajudá-los a colocar seu produto no ar. É claro que o dinheiro raramente vem, pois os investidores, neste estágio de empresa, avaliam principalmente a qualidade dos empreendedores e apenas não suas ideias. E um empreendedor que muito espera, sabe realmente realizar?

E é exatamente esse o ponto que gostaria de discutir neste artigo. Em nosso dia a dia na Aceleratech, percebemos que a grande parte das startups brasileiras que prosperam nesse mercado têm alguns pontos em comum. E separei três características que, a meu ver, mais contribuem ao sucesso do negócio:

· Foco em Vendas e execução de Marketing – É muito comum nas startups que os empreendedores foquem quase que 100% do seus esforços na ideia e no desenvolvimento do produto, ao mesmo tempo que seu raciocínio crítico sobre o processo de marketing e vendas da empresa ficam em segundo (ou terceiro, ou quarto) plano. A grande parte dos empreendedores nacionais não foi treinado para vender, como os americanos. Quando lemos as histórias inspiradoras do Vale do Silício, normalmente não pensamos que por trás de cada ideia, de cada empresa muito bem sucedida, existe um grande esforço de vendas e marketing. Acredito que toda equipe de uma startup deve saber vender e investir seu tempo para a melhoria constante desses processos. E não se engane achando que isso é uma atitude exclusivamente B2B, não se esqueça de que existem parcerias a serem fechadas e fornecedores que precisam ser convencidos que amanhã a empresa poderá ser uma importante fonte de receita. No mundo B2B, o foco em vendas é ainda maior. E quando falo em vendas, não me refiro apenas a ser persuasivo na reunião, mas em como controlar o processo por meio de um pipeline, que garante a previsibilidade das receitas.

Startups normalmente são empresas digitais, que dependem fortemente de marketing online. Os empreendedores precisam entender os conceitos de conversão, saber controlar as diversas mídias utilizadas e como fazer testes para conseguir otimizar um pouquinho mais as suas ações todo dia. Vários empreendedores dizem que, se tivessem dinheiro para marketing, conseguiriam alavancar suas empresas, mas conhecemos diversos casos de empresas que possuem dinheiro e mesmo assim não conseguem aumentar suas vendas. Marketing não é comprar mídia. Marketing é conhecer profundamente seus objetivos, entender o comportamento de seus clientes, ser criativo e manter uma visão analítica em cima de tudo que está sendo feito. Que tal pensar em como sua empresa pode melhorar seu marketing HOJE sem aumentar a verba em marketing?

· Criar métricas claras para acompanhar o sucesso – Uma startup tem recursos e tempo limitado. É fundamental entender em que direção está indo, para corrigir seu rumo constantemente. É preciso que os empreendedores sejam pragmáticos e conheçam os drivers de crescimento do seu negócio. Já vi várias teorias que complicam a definição de métricas e o acompanhamento destas no dia a dia. Esta gestão precisa ser simples e muito clara. Mas para que seja feita, é importante que os empreendedores conheçam profundamente seus modelos de negócio e quais os pontos mais críticos para o crescimento. A partir deste domínio, são escolhidas poucas métricas para serem acompanhadas e estudadas frequentemente. Uma das situações mais comuns é o caso do empreendedor que desenvolveu aquele aplicativo fantástico, que vai ajudar a vida de milhares de clientes. Na maioria das vezes, o aplicativo realmente é muito legal, mas quando começamos a estudar mais a fundo e perguntamos quanto custa para conquistar um cliente e qual a taxa de uso do aplicativo após o download, por exemplo, são raros os empreendedores que conhecem detalhadamente estes números. E não se trata de conhecê-los para impressionar investidores, mas para garantir que o negócio está indo para a direção certa.

· Conhecer o tamanho do mercado – Várias ideias que encontramos são excelentes e realmente criativas, mas quando os empreendedores vão colocá-las em prática acabam sofrendo bastante para conseguir encontrar clientes e crescer. Muitas vezes isso acontece pelo desconhecimento do tamanho do mercado. Esta é uma informação fundamental para definir o investimento de tempo, esforço e capital em uma ideia. E uma preocupação importante é entender o tamanho endereçável de mercado, ou seja, qual o tamanho do mercado para a sua solução. É claro que o raciocínio se inicia em termos macro, como "mercado de saúde" ou "mercado imobiliário", mas é importante entender qual o tamanho da fração dedicada a categoria que a startup vai focar.

Poderíamos listar diversas outras recomendações para que a qualidade das startups brasileiras aumente, mas acredito que estes pontos podem dar uma nova dimensão para a maioria dos empreendedores. O potencial do Brasil é incrível, repleto de oportunidades ainda não exploradas. Ao mesmo tempo, possuímos diversas pessoas altamente qualificadas com motivação para empreender. E é por isso que disseminar a cultura empreendedora e as melhores práticas do empreendedorismo digital pode mudar a cara do nosso país e colocá-lo, cada vez mais, como uma região propícia para a criação e crescimento de startups.

 

Read More

Topics: dicas para empreendedores, Pedro Waengertner, Posts Blog, startups, marketing, brasil, métricas, ideias, Negócios e Empreendedorismo, mercado, market size, qualidade, hot topics

Subscribe to Email Updates

Posts by Topic

see all

Follow Me