AceleraBlog

Direto das trincheiras: Kaplen fala sobre aceleração e planos para 2014

Posted by Caroline Piguin on Feb 27, 2014 12:28:06 PM

Quando entrou na Aceleratech, a Kaplen já tinha escritório e uma equipe dedicada para sua operação. A grande dificuldade desta empresa recifence era escalar seu produto para todo o Brasil e crescer com uma agilidade muito maior. Depois dos 4 meses de aceleração e sua incrível apresentação no Demo Day, em 2014 a Kaplen deixa claro que planeja expansão e voos ainda mais altos:

Aceleratech: Leo, qual a principal dor que a Kaplen atende?
Leo: Controlar as vendas e recebimentos de cartão de crédito e débito de forma rápida e simples, reduzindo custos operacionais e efetuando recuperações financeiras.

Aceleratech: A sua retenção de clientes é muito alta. Conte-nos sobre seus números e o que você faz para manter seus clientes?
Leo: A Kaplen nunca perdeu nenhum cliente em toda a sua história. E nós adoramos ressaltar isso! As empresas de tecnologia são conhecidas por atendimento de baixa qualidade. Navegando contra essa corrente, nos posicionamos como uma empresa com excelente relacionamento com os clientes e rápido atendimento. Temos um ótimo produto, com melhorias contínuas e que facilita o dia-a-dia do setor financeiro de varejistas e e-commerces. Essa combinação é a responsável pela alta retensão de clientes.

Aceleratech: Você já era uma empresa em um nível avançado quando entrou, mesmo assim você viu benefícios na aceleração? Quais?
Leo: Sim, claro! Na primeira semana de aceleração já pudemos perceber o quanto esse período seria produtivo para a Kaplen. Revisamos nosso modelo de negócio, tivemos workshops com grandes empresários brasileiros e repensamos muitas coisas dos nossos processos. A troca de experiências entre as startups também foi um grande diferencial, além do acompanhamento de toda a equipe Aceleratech e mentores. Sem dúvida, superou as nossas expectativas de crescimento no período.

Aceleratech: Qual o aprendizado mais valioso que vocês tiveram na aceleração?
Leo: Fica até difícil destacar um único ponto. As mentorias foram fundamentais, mas para mim, a consultoria que recebi da própria equipe da Aceleratech fez um grande diferencial. Eu sentia o quanto a equipe estava disposta a alavancar a Kaplen junto com os seus fundadores. Um simples almoço com a Aceleratech pode trazer excelentes feedbacks!

Aceleratech: O foco da Kaplen é expansão. Qual sua estratégia e o que você fará para alcançá-la?
Nosso plano já está desenvolvido. As metas são muito agressivas. Em alguns meses teremos grandes resultados. Aguardem!

Read More

Topics: Startups Aceleradas, pitch, Direto das Trincheiras, dicas para empreendedores, planos para 2014, Posts Blog, startups, kaplen, Startup company, aquisição de clientes, hot topics, aceleração de startups

Demo Day 02: Pitches

Posted by Caroline Piguin on Feb 24, 2014 3:57:46 PM

Há algumas semanas tivemos o nosso segundo Demo Day, que apresentou 10 startups de nossa segunda turma!
Foi um evento incrível com mais de 300 investidores, além de influenciadores, imprensa e os nossos queridos mentores e parceiros.

Read More

Topics: Startups Aceleradas, pitch, Aceleratech, mobgeek, motonow, Posts Blog, tem erro, kaplen, Love Mondays, Timobox, demo day, eventick, VaiVolta, profes, adlayer, pitch para investidores, hot topics

Love Mondays vence Latin America Startup Challenge em Punta del Este.

Posted by Caroline Piguin on Jan 16, 2014 2:22:03 PM

O Latin America Startup Challenge é um fórum onde as startups mais dinâmicas de toda a América Latina apresentam seus negócios para um painel de investidores e empresários e competem por um investimento de 100 mil dólares.

A competição é parte do PuntaTech meetup , um evento anual que reúne líderes empreendedores de tecnologia, executivos e investidores internacionais. O evento foi criado pelos empresários uruguaios Pablo Brenner Sergio Fogel e Ariel Pfeffer e é organizado em parceria com a Riverwood Capital.

O evento ocorreu ontem à noite na Fundação Pablo Atchugarry em Punta del Este. Segundo os organizadores, 200 startups se candidataram para participar da competição. Entre elas, 6 foram selecionadas como finalistas e apresentaram seus pitches ao painel de jurados: 2 startups brasileiras (Love Mondays e VTX), uma mexicana (Kuona), uma colombiana (Aetropi), uma argentina (Iguanafix) e uma peruana (Cinepapaya).

A startup brasileira Love Mondays foi a vencedora da competição. Love Mondays é uma comunidade de carreiras onde profissionais acessam avaliações sobre como é trabalhar nas grandes empresas – tudo postado por funcionários, de maneira anônima. Assim, os profissionais têm informações para decidir qual é a empresa que vai fazê-los amar as segundas-feiras.

Fundada por Luciana Caletti, Dave Curran e Shane O’Grady em 2013, a startup participa do programa Startup Brasil e é acelerada pela Aceleratech. Segundo a CEO Luciana Caletti, “o evento foi muito produtivo, uma oportunidade única para contatar investidores e compartilhar experiências com outros empreendedores. A competição estava muito forte, todas as startups finalistas apresentaram negócios inovadores e com alto potencial de crescimento, então ficamos muito felizes que a Love Mondays tenha sido escolhida como a vencedora”.

Read More

Topics: Startups Aceleradas, Posts Blog, startups, Love Mondays, Startup company, Prêmio, investimento, startup, Latin America Startup Challenge, award, start up, hot topics, aceleração de startups

Direto das trincheiras: Profes

Posted by Caroline Piguin on Dec 11, 2013 2:44:16 PM

Percebemos em muitos de nossos eventos que é muito interessante para as startups conversarem com nossas empresas aceleradas e entender um pouco de sua jornada para o crescimento, O que foi feito? Como foi feito? Qual o modelo usado para o crescimento?

Sabemos que não existe apenas uma jornada para o sucesso, mas muitos dos passos são semelhantes, as dicas, muitas vezes podem ser reutilizadas, e, por isso, começamos uma nova série aqui no blog, para levar esse conhecimento para o máximo de startups possível.

Se você tiver mais perguntas, poste-as nos comentários, e assim que possível, colocamos as respostas :)
Entrevistamos o Claudivan Ribeiro, CMO, e o Tiago Bomventi, Relacionamento com Cliente da Profes, que está sendo acelerada e foca no setor de educação.

Aceleratech: Meninos, como foi a criação da ideia do Profes?
Tiago: A ideia original foi do Claudivan, que estudou comigo na USP. Sempre quisemos um negócio próprio, mas foi apenas quando ele começou a trabalhar como professor particular que vislumbramos a oportunidade.
Claudivan: Eu tinha acabado de decidir dar aulas particulares, eu falo decidir porque parecia impossível para mim achar alunos! Comecei então a colocar panfletos no ponto de ônibus interno, nos murais da faculdade, e mesmo assim não era muito eficiente. Uma vez vi a mãe de um aluno colocando um pôster para procurar um professor particular, daí eu percebi que deveria ter uma maneira melhor de fazer isso. Chamei o Thiago para buscarmos uma solução. Fizemos uma lista imensa com as possibilidades de negócio e decidimos que a saída seria um “anunciado” de professores particulares online. No dia seguinte, já chamamos o David, nosso responsável pela infra para se juntar a nós e o Alberto, nosso CTO, e começamos a trabalhar no intervalo das aulas, bem experimental mesmo. Muitas vezes tínhamos que interromper o trabalho por causa da internet lenta, e ficávamos mudando de uma sala para outra.
Tiago: Partimos direto para o desenvolvimento, criamos um MVP, para testar. Acreditávamos que precisávamos de alguém de negócio, mas antes queríamos ter algo para mostrar, queríamos solucionar esse problema. Com o MVP pronto, começamos a captação na unha, colando cartazes do Profes pelo campus e batendo na porta do jornal da escola, para conseguirmos divulgação. Foi assim que conhecemos o Victor, nosso CEO, dono de um cursinho. Marcamos de bater um papo para entender como as ideias poderiam se juntar, e foi muito legal, porque todos tinham chegado a mesma conclusão, nós com nossa expertise técnica e ele com o conhecimento de mercado: Aulas online. Para conseguirmos um lugar fixo para trabalhar, nos aplicamos para o CIETEC, e entramos, o que nos ajudou bastante na melhoria do produto.

Aceleratech: E como foi essa questão de uma pessoa que entrou depois tornar-se CEO? Vocês tiveram algum problema com isso?
Claudivan: Não, ele realmente já tinha o conhecimento de mercado, e era a posição que fazia mais sentido para ele. Uma hora você tem que se perguntar o que mais importa, seu poder e cargo, ou seu produto. Acho que fizemos a escolha certa, e o nosso time trabalha muito bem junto, não temos esse orgulho do cargo.

Aceleratech: E qual ponto vocês tiveram ou tem mais dificuldade?
Claudivan: Monetizar! A gente sabia que tinha um produto legal nas mãos, mas antes da entrada do Vitor, pensávamos muito na questão operacional. Quando terminamos a primeira versão do site, olhamos um para a cara do outro e perguntamos “Como vamos ganhar dinheiro com isso?” é por isso que falamos que a entrada dele foi tão essencial para nosso desenvolvimento.

Aceleratech: E como foi a questão com o trabalho? Quando vocês decidiram sair para se dedicar apenas ao projeto?
Tiago: Eu tinha saído do meu trabalho integral antes de começar o profes. Todos da equipe trabalharam algum tempo por meio período, para nos dedicar mais ao negócio, e assim que passamos no Startup Brasil, todos pedimos demissão.

Aceleratech: Qual o momento vocês diriam que é o propício para sair do trabalho e se dedicar 100% ao negócio?
Tiago: Existem dois momentos diferentes que podem significar que sua startup já requer 100% de seu esforço:
Entrar em algum programa de incentivo do governo ou em uma aceleradora: Para mim, não faz sentido quem entra em um programa como o Start Up Brasil e se dedica apenas meio período a seu negócio. Nós entendemos que as situações financeiras são diferentes dependendo de cada uma das pessoas, mas você pode ter certeza que sua cabeça durante o meio período que você estiver trabalhando sua cabeça vai estar em seu negócio, e se por acaso ele não der certo, é capaz de o empreendedor se culpar por isso, sem saber se o erro foi da ideia ou da execução.
Claudivan: Com certeza tivemos muita sorte em entrar no Start Up Brasil, mas sempre achei que caso não entrasse, eu me demitiria e usaria minhas economias como uma forma de tentativa, caso passasse muito tempo e pouco resultado, voltaria para o mercado do trabalho.

Aceleratech: Vocês tem alguma dica para as startups que estão começando?
Tiago e Claudivan: Tenham em mente que esse não é um caminho fácil, que vários momentos sociais precisarão ser sacrificados por sua visão de futuro. Esqueça seus 30 dias de férias anuais, e finais de semana. Mas vai tudo da questão de paixão de cada um. O que nos motivou foi a tentativa de resolver um problema real de alguém. Não pense só no produto, se ele é legal ou usável, o que ele resolve, e para quem? Qual o real valor do que você faz? E por fim, não perca a paixão pelo seu projeto!

Read More

Topics: entrevista, Startups Aceleradas, Direto das Trincheiras, monetização, aceleração, Posts Blog, startups, Business, acelerção de startups, profes, portifolio aceleratech, hot topics, empreendedor, pequenas empresas

Wiki4fit recebe investimento da Opus Software

Posted by Caroline Piguin on Dec 4, 2013 2:28:31 PM

A Wiki4fit, empresa que oferece uma solução completa e inovadora para praticantes de atividades físicas e donos de academias ávidos por um maior suporte durante a prática esportiva, anuncia que acaba de receber, com o apoio da Aceleratech, aceleradora de empresas digitais, seu primeiro investimento, proveniente da Opus Software, empresa com mais de 25 anos de experiência no desenvolvimento de software, da rede de contatos da Aceleratech.

Fundada em janeiro de 2013 pelos empreendedores Eudes Nery, Fabiana Rocha Batista e Fernando Pauer, a empresa já atua com mais de 250 clientes em 40 cidades brasileiras e, com esse investimento, planeja se consolidar como um dos grandes players no fornecimento de tecnologia para o segmento de fitness no País.

Os recursos obtidos pela desenvolvedora serão utilizados principalmente no aperfeiçoamento do aplicativo. Além disso, permitirá dar continuidade à expansão de sua equipe operacional e comercial, assim como incrementar seu foco no desenvolvimento de sua capacidade em ações de marketing.

“Nossa trajetória de sucesso nos encorajou a alçarmos voos mais altos. Temos na Aceleratech um parceiro estratégico que nos ajudou a redirecionar nosso modelo de negócio desde que ingressamos no primeiro programa de aceleração realizado no campus da ESPM. Essa união foi essencial na aproximação com empresas como a Opus Software, que acreditou em nosso projeto e nos possibilitou desenvolver o aplicativo, consolidando nosso segundo produto, destinado aos praticantes de atividades físicas que buscam uma ferramenta de auxílio na hora dos treinos e ao fornecimento de BI aos profissionais de academias. Estamos confiantes que seguiremos escalando o negócio a partir deste investimento”, assinala Eudes Nery, CEO da Wiki4fit.

Francisco Barguil, CEO e fundador da Opus Software, comenta que a ideia de investir no desenvolvimento do aplicativo da Wiki4fit surgiu quando decidiu diversificar a área de atuação da empresa e entrar no mercado fitness. “Sem dúvida, a Wiki4fit está melhor posicionada para manter seu crescimento e se tornar a líder na oferta de soluções para academias e praticantes. Quando conhecemos Eudes e sua equipe, percebemos imediatamente que seu conhecimento do mercado e abordagem garantiriam um modelo de negócios inovador. Essa parceria foi, sem dúvida, benéfica a todos e possibilitará à Wiki4fit ampliar o portfólio de produtos,” afirma.

Wiki4fit traz o personal trainer para dentro do celular

Disponível para o iPhone e smartphones com sistema Android, a Wiki4Fit auxilia alunos de academias como uma espécie de personal trainer virtual durante a prática de exercícios. O sistema possibilita a captura de adesivos com QR codes, que podem ser colocados em todos os aparelhos da academia, onde estarão os vídeos demonstrativos dos exercícios relacionados, com séries e instruções específicas, tendo como base a rotina personalizada de cada aluno.

“O aluno maximiza seu treino e tem a real noção da execução perfeita dos exercícios que precisa fazer. Para auxiliar ainda mais na otimização do treino, o aplicativo também faz a contagem regressiva entre as séries praticadas”, comenta, Eudes Nery Junior, co-fundador da Wiki4fit.

Para motivar ainda mais os praticantes, depois do app instalado cada um deles possui um avatar, que evolui fisicamente de forma gradativa cada vez que o dispositivo é acionado. Por exemplo, se um aluno treina forte e se desenvolve fisicamente, o Avatar fica forte. Já se o objetivo do treino é a corrida, ele fica cada vez mais rápido e se não treina, ele também perde o que foi conquistado com os exercícios. Conseguindo bons resultados? Eles podem ser compartilhados entre os amigos. É possível também checar o ranking entre os usuários de determinada academia e conhecer quem está se destacando e treinando mais.

O site é o local onde são armazenadas todas as informações sobre os alunos cadastrados e onde os professores autônomos e das academias parceiras cadastram os treinos. Também podem ser gerados dados que auxiliam o entendimento do BI, como a produção de relatórios diversos sobre o comportamento dos alunos na academia.

”Nossa missão é ajudar as academias a ter mais informações sobre os alunos, facilitando para que possam acompanhá-los mais de perto e motivá-los por meio do aplicativo, fazendo o papel de um verdadeiro personal trainer virtual”, ressalta Fabiana Rocha Batista, co-fundadora da Wiki4Fit.

Aceleratech auxilia na captação de investimentos

Além do trabalho de mentoria completa que realiza em parceria com a ESPM com duração de 16 semanas e mais 3 meses de incubação, a Aceleratech também busca dentro da sua ampla rede de relacionamentos aproximar startups e investidores. E com a Wiki4fit não foi diferente.

“Enxergamos no universo B2B grandes oportunidades de negócio escaláveis e o caso da Wiki4fit é exemplo disso. O setor de fitness cresce exponencialmente a cada dia dentro do nosso País e, por isso, a empresa tem um enorme potencial. Este investimento é apenas o primeiro passo para conquistas ainda maiores”, finaliza Mike Ajnsztajn, um dos fundadores da Aceleratech.

Read More

Topics: Startups Aceleradas, Aceleratech, patrocínio, aporte, press, Posts Blog, startups, wiki4fit, Na Midia, investimento, imprensa, hot topics

CargoBR vencedora do DEMO Brasil

Posted by Caroline Piguin on Oct 24, 2013 3:26:18 PM

Estamos muito felizes em anunciar que a Aceleratech foi a aceleradora com o maior número de empresas participando do DEMO Brasil este ano, ficando uma delas, a CARGOBR, em terceiro lugar.
E das 4 empresas finalistas do Spark Awards, 2 participaram do nosso programa de aceleração, sendo a uma delas a vencedora do prêmio Best of Demo Days. Parabéns, pessoal!

Read More

Topics: Startups Aceleradas, Aceleratech, Posts Blog, Prêmio, award, CargoBR, DEMO Brasil, hot topics

Subscribe to Email Updates

Posts by Topic

see all

Follow Me